DICA DE SÉRIE: AMERICAN HORROR STORY: ASYLUM - Framed in Blood

DICA DE SÉRIE: AMERICAN HORROR STORY: ASYLUM

quinta-feira, setembro 15, 2016



Nessa segunda temporada temos sanidade, fé, blasfêmia e o pecado sendo explorados e contestados o tempo todo.
Os produtores nos levam para a Instituição Mental Briarcliff no ano de 1964, famosa por tratar criminosos e chefiada pela Irmã Jude (Jessica Lange) que tem como sua ajudante Irmã Mary Eunice (Lily Rabe).


A Irmã Mary Eunice é pura, o que contrasta com a personalidade da Irmã Jude, que administra o manicômio de forma severa e tem um passado que a assombra regularmente.




Os médicos encarregados de tratar os pacientes são o psiquiatra Dr. Oliver Thredson (Zachary Quinto) e o cientista Dr. Arthur Arden (James Cromwell), este último possui um passado obscuro e usa formas de tratamento nada adequadas.


Kit Walker (Evan Peters) é acusado de ser Bloody Face, um serial killer que assassinava mulheres brutalmente, arranca e usa a pele de suas vítimas (alguém mais aí lembrou do Leatherface?).
Kit nega os crimes, mas é internado mesmo assim e o psiquiatra Dr. Oliver Thredson (Zachary Quinto) é contratado pelo tribunal para trabalhar em Briarcliff e avaliar as competências mentais de
Kit Walker para que ele seja julgado.



Lana Winters (Sarah Paulson) é uma jornalista que planeja fazer uma reportagem e denunciando os maus tratos no manicômio, mas após conseguir entrar em Briarcliff armam para que ela não possa denunciar Briarcliff e ela é levada como paciente para curar sua homossexualidade, o que era considerado uma doença.
Lana planeja fugir, mas a fuga não vai ser tão fácil assim e ela não vai conseguir sozinha. Mas em quem você pode confiar quando está presa em um sanatório cercado por loucos e criminosos?

Como em todas as outras temporadas, mais uma vez a série deixa claro que o verdadeiro monstro é sempre o ser humano, mas dessa vez numa forma bem clara com uma das mais icônicas frases de AHS "All monsters are human" (Todos os monstros são humanos), frase dita pelo personagem Irmã Jude.

Essa temporada foi a minha favorita, apesar de eu achar que eles podiam ter dado uma segurada nos temas. Tivemos como temas de "terror": posseções, extraterrestres, psicopatas/serial killers, nazismo e experiências com seres humanos.
Os "vilões" aqui são mais consistentes, doentios e crueis. É bem assustador ver as coisas pela perspectiva de um pisicopata, mas a trama em si foi muito bem amarrada.




"Apenas lembre-se, se você olhar na face do mal, o mal vai olhar de volta você para você" - Sister Jude.




You Might Also Like

0 comentários

Instagram

Subscribe